quarta-feira, 27 de março de 2019

O Diabo é o Excesso de Si

O Diabo
Tarot Rider-Waite

O Diabo é um indicador, não do conhecimento, nem da intuição do mal, mas do mal enquanto perda de liberdade, escravidão.

O Diabo é aquele que anula a vontade, não por causa de uma acção externa, mas porque o excesso de si intoxica o livre-arbítrio.

O Diabo é um criador de artificialidade, um fabricante de ilusões que materializa e objectifica uma realidade sem forma, nem espírito.

O Diabo é aquele transforma o acto de criar, a inspiração que nos eleva na experiência da queda, no abismo da negação.

O Diabo é a acção de captura do que está perdido, é o domínio da ausência, da alma alienada e estéril, distante da luz e da dádiva.

O Diabo é aquele que representa, não a ausência da luz, mas sim o encontro com a sombra, o assombro da luz oculta.

O Diabo é o arcano dos grilhões, da liberdade ausente, porque o eu tornou-se na sua própria prisão, numa realidade distorcida.

Sem comentários:

Publicar um comentário