segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

O Evangelho da Mulher de Jesus

 Karen L. King é professora de História Eclesiástica da Divinity School da Universidade de Harvard e autora de The Gospel Mary of Magdala. A estudiosa traduziu um fragmento, abaixo ilustrado, e denominou-o como o "Evangelho da Mulher de Jesus". Esse pequeno fragmento papiráceo, com cerca de mil e seiscentos anos, é, segundo a autora, a primeira referência directa à união de Jesus com a Maria Madalena. Outros textos, nomeadamente o Evangelho de Maria e os Textos de Nag Hammadi, apontavam para essa possibilidade, mas este fragmento designa Maria, de forma explícita, como mulher de Jesus. A verdade histórica, depois de cerca de dois mil anos, é difícil de alcançar, no entanto, é cada mais seguro afirmar que existiam correntes no seio das comunidades cristãs que tinham a união de Jesus com Maria Madalena como certa e viam na sua companheira a sua legítima sucessora. Para essas facções, Maria Madalena era a primeira entre os apóstolos e a líder do movimento iniciado por Jesus. 


FRAGMENTO


Tradução de Karen L. King (Frente):

1) “not [to] me. My mother gave to me li[fe] … ”

2) The disciples said to Jesus, “

3) deny. Mary is worthy of it

4) ” Jesus said to them, “My wife

5) she will be able to be my disciple

6) Let wicked people swell up

7) As for me, I dwell with her in order to

8) an image


Tradução de Karen L. King (Verso):

O estado do verso do fragmento só permitiu que fossem identificadas as palavras: “my mother” e “three”.


Fonte: Smithsonian

Sem comentários:

Publicar um comentário